Eu, gateira

Na descrição do meu perfil no twitter, defino-me como elurófila. Muita gente já me perguntou qual o significado desta palavra e respondi conforme a definição presente nos dicionários: indivíduo que gosta de gatos. E é verdade: eu gosto muito, mas muito mesmo de gatos e tal afinidade vem desde quando eu era muito pequena. Sim, sou uma gateira de primeira!

Não que eu não manifeste afeição por outros animais. Para mim a idéia de que nós, seres humanos, somos uma espécie superior não é só equivocada como também muito pretensiosa. Nunca ouvi falar de qualquer animal que tenha matado outro sem que fosse para se defender ou para saciar a fome. Ou que tenha trapaceado. Ou agido de má fé… Mas gatos para mim são maravilhosos e quem tem um desses adoráveis bichanos como companhia, sabe do que estou falando!

Vlad fazendo do Bóris seu "travesseiro". Podem não ter mudado a civilização estes gatinhos... Mas fazem com que minha vida fique repleta de alegria diariamente :).

Por isso, o post de hoje para o 1 mês, 30 livros fala de um livro que trás histórias divertidíssimas sobre alguns ilustres gatinhos:

Dia 11 – Um livro sobre animais

100 Gatos que Mudaram a Civilização, de Sam Stall é um dos livros mais bacanas que já li. A linguagem é irreverente, bem humorada e os textos abordam curiosidades acerca de gatos que tiveram participações, no mínimo, inusitadas em grandes momentos da nossa história.

Há fatos sobre gatos que pertenciam a grandes escritores ou cientistas e que colaboraram para as suas criações e descobertas. Há também histórias sobre outros gatos que originaram figuras já conhecidíssimas por nós, tais como o Maneki Neko  ( gato japonês que acredita-se trazer boa sorte a quem o possuir) ou a personagem Hello Kitty.

Este livro de Sam Stall é uma oportunidade bacana para quem gosta ou tem interesse em saber um pouco mais sobre esses bichinhos. Eu o recomendaria também para quem acredita que gatos não passam de animais preguiçosos, traiçoeiros ou interesseiros. Ainda hoje, milhares de gatinhos são abandonados, mal tratados e são as maiores vítimas de agressão por parte de gente covarde e ignorante.

E voltando a falar de elurofilia… Que me perdoem os que preferem cães, mas gatos são tudo, tudo, tuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuudo de bom!!!

**P. S. Estão curtindo o desafio? Pois então confiram também as participações da Luciana, da Niara, da Renata, da Marília,  da Mayara, da Grazi, da Rita, da Tina, da Juliana , do Pádua e da Renata Lins,  blogueir@s querid@s e sempre inspirador@s 😉

 

Anúncios

Sobre Cláudia Gavenas

Paulistana, 26. Designer, gateira, feminista e musical. Meio perdida na vida, mas não tem certeza se realmente quer se encontrar...
Esse post foi publicado em Artes, Cultura, Inspirações, Mídia e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

8 respostas para Eu, gateira

  1. juliana disse:

    Não gosto de gatos ao ponto de ser gateira, mas não odeio só por odiar como muitas pessoas. Já tive uma gatinha que amei muito. Teria outros gatos, as não sei amar todos os gatos do mundo.
    Gente, esse livro deve ser uma delícia! qual será o gato que influencia a minha vida? kkkk
    beijos

  2. Renata Lins disse:

    e devo confessar q comecei a ler pela descrição astro no lado direito, assim… sol oposto a meu ascendente, ascendente igual ao meu, lua oposta a meu sol… =)
    Sobre o livro, gostei… vc conhece o “Tao of Meow”? Muito legal… tem outro, cujo nome não estou lembrada agora, que é o diário de um gato observando a vida do seu dono.
    Gosto de gatos, também. Não que eu seja muito “bicheira”: não sou. Mas se eu for participar daquela divisão dos americanos entre “dog person” e “cat person”, claramente me encaixo na 2a. Os gatos sempre me pareceram bem mais interessantes do que os cães, excessivamente obedientes.

    • Cláudia disse:

      Olá, Renata! Eu sou super fã de astrologia, sabe? E se eu entendi, você é taurina com ascendente em áries! Só faltou me falar qual a sua lua! E quanto ao Tao of Meow, nunca li, mas fiquei com vontade pela sua descrição. E nossa conversa “astro” me lembrou outro livro: astrocats, que fala como são os gatos de cada signo. Os meus, são de virgem: limpinhos, organizados e fofoluchinhos :). Grande abraço!

  3. Luciana disse:

    Embora não costume usar a palavra superior, eu acho que os homens são fora a parte, (ai ai ai), sim, se apertar sou antropocêntrica (abaixa e espera as pedradas, luciana). É que eu gosto de filmes, pinturas, cerveja e livros e, até agora, só quem fez isso foi a gente 😛

    Uma das coisas mais admiráveis que eu acho nas pessoas é como elas conseguem fazer maravilhas com seus afetos, inclusive escrever livros interessantes assim e posts tão envolventes. Gosto daquela coletânea de fotos de escritores com seus animais de estima, você tem o link? Posso procurar, ver se ainda encontro…

    • Cláudia disse:

      Oi Lú! Não vou te apedrejar por ser “antropocêntrica”. Respeito demais a sua opinião e mandei o link no seu FB. Beijos e obrigada por visitar :).

  4. Nadia disse:

    Eu querooooooooooo *–*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s