As mulheres “alteradas” que alegraram meus dias

Sou bastante suspeita para falar disso… Mas simplesmente adoro charges e tirinhas! Acho maravilhosamente interessante esta junção entre a imagem e o texto para fazer paródias impagáveis com o nosso cotidiano. Principalmente em tempos que a qualidade do “humor”, tão difundido pela velha mídia, é altamente questionável.

Há muitos chargistas e cartunistas que aprecio. Cada um com as suas particularidades, com seus pontos fortes e seus traços únicos. Mas este universo ainda é (infelizmente) predominantemente masculino e por isso, fico muito contente quando tenho contato com publicações deste tipo criadas por mulheres. Mais legal ainda é saber que há uma delas feita especialmente para nós, mulheres, que trata com muito humor e criatividade dos assuntos relacionados ao dia-a-dia considerado “tipicamente” feminino.

Dia 5 – Um livro que me fez rir (muitíssimo, diga-se de passagem)

Impossível não rir ao ler Mulheres Alteradas, de Maitena Burundarena.  Esta compilação de tirinhas que retratam com muito humor situações que toda mulher provavelmente já vivenciou tem cinco edições e já foi traduzida para mais de 15 idiomas, incluindo o português.

Maitena tem 49 anos e nasceu na Argentina. Ela mesma se diz uma “mulher alterada”. Alterada por todas as experiências que teve a oportunidade de vivenciar e que transformou nesta série tão divertida e gostosa de ler. Em pensar que tudo começou com uma página de humor numa revista feminina de seu país para depois se tornar um sucesso mundial…

Admiro muito o trabalho desta cartunista. Identifico-me com ele. Maitena é autodidata e as suas personagens são contagiantes. Contagiantes porque remetem à nossa realidade e a questões pelas quais muitas de nós já passamos.  E mais: acho que esta é uma leitura fundamental também para os homens, sobretudo para aqueles que apreciam um humor inteligente.

E para finalizar, afirmo que gosto de Mulheres Alteradas porque a série mostra mulheres livres, ativas e que “aprendem” com as suas próprias experiências. E ainda que indiretamente, faz uma crítica bastante construtiva aos papéis de gênero que mesmo depois de tanto tempo e de tantas “reconfigurações” sociais, ainda persistem. Por mais caricato que tudo isto pareça. Ou seja.

**P. S. Estão curtindo o desafio? Pois então confiram também as participações da Luciana, da Niara, da Renata, da Marília,  da Mayara, da Grazi, da Rita e da Tina, blogueiras queridas e sempre inspiradoras 😉

Anúncios

Sobre Cláudia Gavenas

Paulistana, 26. Designer, gateira, feminista e musical. Meio perdida na vida, mas não tem certeza se realmente quer se encontrar...
Esse post foi publicado em Artes, Cultura, Educação, Inspirações, Mídia e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para As mulheres “alteradas” que alegraram meus dias

  1. Adorei. Poderíamos fazer um mural com nossas tirinhas preferidas, né? Calvin, Mafalda, as alteradas da Maitena, as cobras do LFV. Né? Cada uma poderia fazer o seu álbum e nós escolheríamos algumas para um álbum comum. “Sugestã”! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s