#Inspiração – 1 : Pankill

Toda semana, irei postar às sextas-feiras releases sobre obras de artistas, designers e ilustradores com os quais me identifico e que me servem de inspiração e de referência criativa constante. Começarei esta coluna falando sobre o trabalho de Pankill (Amanda Dória), com o qual me identifiquei bastante.

De acordo com a biografia presente em seu site, Amanda tem 26 anos e começou a criar seus primeiros trabalhos em 2002 e vem aprimorando suas técnicas desde então. Seus desenhos refletem a delicadeza existente na dor, na morte, no profano e em outras características humanas negadas pela sociedade. E em sua arte, também há referências à moda dos anos 20, aos cabarets, às tatuagens e à estilos musicais como o punk, o rock e o metal.

Tive contato com os desenhos de Pankill em uma das minhas idas constantes ao Centro  Cultural da Juventude, em São Paulo – SP. As ilustrações da capa do folder com a programação do mês de Maio/2011 chamaram muito a minha atenção. Desde então, decidi buscar saber mais sobre este trabalho magnífico que ela desenvolve. E sabem por que eu me identifiquei tanto com a arte de Pankill? Porque ao meu ver, ela retrata sobretudo a mulher, em suas várias faces e em diferentes circunstâncias e contextos. Isso sem contar a beleza dos traços, o estilo único e uma bem sucedida escolha de cores, de formas e de mensagem a ser transmitida.

Eu fico particularmente feliz ao saber que há tantas garotas talentosas no mundo do design, do graffiti e das artes em geral. Talentosas e cheias de atitude, de técnica e de autenticidade. Não sou capaz de descrever se há algo mais inspirador para mim do que isso.

Para conhecer melhor  o trabalho da artista, visitem o Flickr  e o  site dela. Aproveito também para sugerir uma visitinha ao CCJ – Centro Cultural da Juventude ” Ruth Cardoso”. Está localizado na Av. Deputado Emílio Carlos, 3.641. Vila Nova Cachoeirinha, São Paulo – SP ( ao lado do Terminal de Ônibus Vila Nova Cachoeirinha. Lá, há uma série de atividades bacanas para jovens ( e adultos também o/) de várias idades. Vale a pena conferir! Para mais informações, visitem a página deles aqui .

Fica a dica. 😉

Anúncios

Sobre Cláudia Gavenas

Paulistana, 26. Designer, gateira, feminista e musical. Meio perdida na vida, mas não tem certeza se realmente quer se encontrar...
Esse post foi publicado em Artes, Criatividade, Cultura, Inspirações, Mídia e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para #Inspiração – 1 : Pankill

  1. Olá Cláudia, tudo bem?
    Escrevo para agradecer o post dedicado ao meu trabalho. Fiquei muito feliz e surpresa ! ( na verdade foi meu namorado .Ele tem mania de nos buscar no google e acabou encontrando.Eu estava perto na hora e foi muito bacana!)
    É muito gratificante saber que existem pessoas como você, que curtem e acreditam no meu trabalho.
    Temos algumas coisas em comum: estudo design gráfico ( me formo mês que vem!!) e sou libriana ( 4 de outubro) .Que legal. : D
    Vou publicar no meu Facebook, tudo bem??
    Mais uma vez agradeço e desejo toda sorte para você em sua carreira e afins.
    Beijão!

  2. Legal Claudia,
    Bem eu naõ conhecia o trabalho da Pankill, valeu pela revelação. Realmente o trabalho dela tem muito o que dizer. Não entendo nada de grafite, tecnicamente, então minha opinião é sempre muito passional. Ou gosto ou não gosto, sem muita explicação. E o trabalho dela me agradou bastante. Parabéns.
    Aproveito para dizer que estou devendo uma visita ao CCJ que, a minha extrema ignorância, até pouco atrás eu achava que era o mesmo parque da juventude ( antigo carandirú), acho que foi a Jéssica que me corrigiu. Enfim, em breve darei um pulinho aí. Valeu pela divulgação do parque.

    • Cláudia disse:

      Aahuahuaah, acho que fui eu mesma quem alertou para a diferença dos dois lugares. Sabe por quê? O CCJ fica muito próximo de onde eu moro e em virtude disso, posso estar lá com bastante frequência :).

    • Cláudia disse:

      Fico contente que tenha curtido o trabalho da Pankill. Eu espero um dia poder ver alguma exposição ou algum trabalho dela bem de perto. Meninas ocuparem cada vez mais destaque nessa área é para mim muito reconfortante, algo que incentiva a continuar com o meu trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s